Resposta a uma proposta não exposta

Novamente isso acontece
Como numa reprise sem intervalo
A tristeza mais uma vez corrói meu coração
Conheço uma pessoa que acredito ser a pessoa da minha vida
E como em todas as outras vezes
Teu coração já não mais a ti pertence
E o meu, como se já não tivesse cicatrizado o suficiente,
Mais uma vez se estilhaça em mil pedaços.
Os planos que poderiam acontecer, desaparecem,
Como o acordar de um lindo sonho
As declarações e poemas
Mais uma vez tem como destino as gavetas.
Nunca deitarei em teus seios,
Nem receberei um beijo
Que espera outro.
Mas, sei que se depender de ti, sempre terei um ombro amigo
(Embora, para meu pesar, nunca será nada além disso)
Infelizmente, o sorriso que preenche teus lábios
E ilumina tua face será apenas um sorriso
E nunca uma proposta de algo mais.
Felizmente sempre vejo o lado positivo,
Até nas piores situações,
E nessa não poderia ser o contrário.
Por já ter passado várias vezes por isso
Prevejo algumas coisas que irão acontecer:
Noites mal dormidas serão sobrepostas
À refeições mais curtas
E à olhares distantes, sem rumo.
Mas sei que isso vai passar,
Como todos os meus sentimentos
A paixão tem duas características:
Intensidade e efemeridade.
Não pretendo passar por isso de novo,
Meu coração já não mais agüenta,
Daqui para frente serei menos emoção e mais razão.


 

11/02

Histórico:

 

As frustrações de um jovem que fala com o papel mais facilmente que com as mulheres.

 

RS