Perfeito Sonho

Primeiro, perdido. Pensamento perdido. Passada... passada... passada... pegada... pegada... pegada... . Pisante protesta. Paro. Principio pensamento para próximas passadas, porém paro. Parado permaneço. Posteriormente procuro passagem. Prontamente pergunto por procedimento para penetrar. Pegando processo, pago passagem, pego para pavuna. Pavuna?! Perdão... pára... pára... . Permuto. Partida. Passa... pára... passa... pára... . Proeminente passeio!
Porfindo paro. Parada precisa. Passo por porta. Precisa pouca paciência. Pontualidade precisa! Parto para procedimento padrão. Precipitamos passadas.
- Próxima parada?
- Partamos para praça povoada por pinga, pode?
- Pode.
Prosseguimos passeio. Passada... passada... passada... prosa... prosa... prosa. Paramos. Perguntamos por procedimento para pagamento. Proibido pagamento postergado. "- Pensemos procedimento paralelo...". (Pronto, pensou.) "- Perfeito! Partamos!". Prossegue poucos passos, porém plácida prosa. Paramos porventura. Piadas, provas, perguntas. Perfeito prólogo. Provocando, propomos partidas.
- Perderá!
- Pare... . 
- Perderá, prenuncio!
- Pare... permito primeira propriedade. Porém posteriormente porei peças pelo planeta plenamente!
Prossegue piada, prosa, patetadas, programas propalados por Petrópolis. Passam pessoas. Pessoas passam. Pessoas ficam. Pessoas propõem passeio. Pagamos para partir para praça. Passeamos. Protegidos por patrulhas policiais, passamos por pessoas. Preenchemos poucos passos. Paramos. Pedimos, propomos, partimos para prosa. Passado período, porém, pedaço pontudo pula. Pronuncia-se: "Porrada!". Perigo? Patavinas. Pessoas paradas permanecem. "Pequeno peidou para Paraíba!", proclamam. Pronto. Perfaz paz perene. Permanece praça pacífica. Passa período. Parece prosa permanecer plena. Porém... preâmbulo... pontuo:
- Preciso partir...
- Precisa? Podemos prever procedimento paralelo. Pousar por perto.
- Possibilidade perfeita. Porém prometi procedimento prioritário...
- Paciência.
- Podendo, permaneceria...
- ...
Poucas palavras precisam para produzir pensamentos paralelos...
- Pronto! Partirei! Paz!
Passada profunda. Passos... passos... passos... pegadas... pegadas... pegadas...

Silêncio.


 

10/12

Histórico:

 

Uma homenagem para o que durou mais de uma noite.

 

RS