Lívia

 

Autores: Edinho, Pedro Brasil, Ximena Saad e Rodrigo Sousa

 

A chuva lava, alivia.

Ali via, linda lava.

Falava assim, a Lívia

 

Não quero deixar nada pra depois.

O mundo segue assim,

sempre de nós dois.

Como aquele que sabe o fim.

 

A chuva lava, alivia.

Ali via, linda lava.

Falava assim, a Lívia

 

Sempre que sozinho pensar,

na amada e no dinheiro,

como somente em um par,

tudo irá desabar por inteiro.


A chuva lava, alivia.

Ali via, linda lava.

Falava assim, a Lívia

 

Há de sentir em sua alma,

que o destino se alcança.

Se fizer tudo com calma,

nada, nada se cansa.


A chuva lava, alivia.

Ali via, linda lava.

Falava assim, a Lívia

Histórico:

 

A origem dessa música surgiu com uma despretensiosa e (muito) bem vinda reciprocidade. Foi algo entre um "Tem como complementar isso aqui?" e "dá uma olhada nesses versos". Foram as letras de Edson Renel e Pedro Brasil, com a melodia de Ximena Saad e a harmonia da humilde pessoa que vos escreve (Rodrigo Sousa). Deu nessa preciosidade. Com vocês, Lívia...

 

RS