Eu juro que não

 

Autor: Rodrigo Sousa

 

Não!

Eu juro que não.

Não foi por querer

esse nosso sofrer.

 

Eu juro que não foi por maldade,

rolar tantas lágrimas no entardecer.

Tantas noites em claro e dias escuros.

Criando calado essa dor em você.

 

Não!

Eu juro que não.

Não foi por querer

esse nosso sofrer.

 

Mas o passado é triste memória.

É velha história que insiste em viver.

Ausência eterna em meu coração.

Saudade tão forte que me faz tremer.

 

Não!

Eu juro que não.

Não foi por querer

esse nosso sofrer.

 

Eu sei meu amor que é ingratidão.

Parar nosso livro na primeira folha.

Mas terminar é a mais certa escolha.

A mais sensata decisão.

Histórico:

 

 

RS