Despedida
(ou: como falar usando verbos da terceira conjugação)

Preciso ir,
mas me despedir
faz ruir
e partir,
depois de decidir,
sou eu a pedir
quando para trás vir
olhar e sorrir,
sem mentir,
por sentir,
você consentir
e Deus permitir
que, de novo,
juntos iremos rir


 

Jul/01

Histórico:

 

O último da trilogia (junto com "Pilar" e "Atitude"). E o justo sentimento de término.

 

RS